DentalArtist – Rita Nascimento, Médica Dentista/Artista

Pode fazer um resumo do seu percurso , Porquê a Medicina Dentária?14611012_1225002684189975_3870454705269262849_n

Na verdade, o meu sonho sempre foi ser Médica Especialista em Cirurgia Plástica e reconstrutiva. No entanto, apesar de toda a minha dedicação e empenho nos estudos, não consegui entrar, acabando por ir parar à Medicina Dentária, uma segunda opção. Toda a minha vida andei no Dentista, fiz imensos tratamentos, e sinceramente nunca na vida pensei que algum dia fosse estar “do outro lado”. Poderia ter voltado a tentar repetir os exames para Medicina, mas algo me fez despertar o interesse na Medicina Dentária, comecei a gostar e a querer saber mais, e acabei por ficar. Hoje em dia, posso dizer que provavelmente a Medicina não seria mesmo o meu caminho, e como se costuma dizer “Deus escreve certo por linhas tortas”. Hoje sinto-me realizada. Trabalho com uma esquipa fantástica e acabei por enveredar pela área Estética, e talvez seja por isso que gosto tanto. Adoro devolver ou dar sorrisos às pessoas, adoro realizar sonhos. Por outro lado, estando na Medicina Dentária também consigo conciliar a área da Musica. Não tenho de fazer “noites” e faço apenas alguns fins de semana.

A Rita tem uma excelente voz e já participou em programas televisivos como o “The ÷dolos 2015 GALA 07 5118.jpgVoice” e os “Ídolos”. Consegue equilibrar a faceta Cantora com a Dentista?

A música surgiu desde muito cedo na minha vida, canto desde os 5 anos. Sempre tentei conciliar, e sinceramente fiz por isso. Os meus pais, principalmente a minha Mãe,  sempre me apoiaram na música. Poderia sempre fazer espetáculos, ir a ensaios, cantar e participar em programas televisivos, apenas tinha de ser excelente nos estudos. A partir do momento em que acabassem as boas notas, a música também acabava para mim. Sou sincera que nunca foi fácil, mas como se diz “quem corre por gosto não cansa” e sempre consegui conciliar tudo, inclusive as saídas com os amigos. Os Professores também merecem, sem duvida alguma, o meu eterno agradecimento,  pois sempre me deram força e sentiam orgulho em ver a sua aluna na televisão, assim como o Dr. Hugo Madeira (Director Clínico da Clínica de Implantologia Avançada – Lisboa) que sempre me apoiou no programa Ídolos, tentado ajudar-me a conciliar os meus pacientes com os meus dias de gravação.img_7499-1

Que impacto tem a sua exposição pública com o trabalho na clínica?

Sinceramente eu gosto de separar a Rita Cantora da Rita Dentista, embora às vezes seja impossível. Tento ser o mais profissional nas duas áreas, separadamente.

Muitos dos meus pacientes entram no consultório e dizem “eu conheço a sua cara de algum lado e não é daqui!!”, outros dizem “votei tantas vezes em si”.  Sinto uma grande carinho da parte deles. Sempre tive algum receio que o facto de cantar desse alguma falta de credibilidade no meu profissionalismo enquanto médica, porque muitas vezes e infelizmente isso acontece, mas tem corrido tudo muito bem, sinto que eles confiam em mim e também admiram a outra faceta. Muitos deles até demonstram um certo orgulho e admiração por eu conseguir fazer as duas áreas.

Relativamente aos meus colegas de trabalho, não poderia pedir mais, apoiam-me até ao fim, e é com orgulho que recordo ver na plateia do ÍDOLOS grande parte da equipa da Clínica.

Qual foi o episódio mais marcante na sua carreira?

Uma das coisas que me marca mais foi a entrada no meu emprego actual. Foi um concurso a nível Nacional, onde concorreram centenas de recém-licenciados. Apesar de já estar ha cerca de 1 ano no mundo de trabalho, era uma oportunidade única nas áreas que eu mais gostava (Cirurgia e Estética). Acabei por ser uma das 3 escolhidas para esse estágio, e passado alguns meses acabei mesmo por ficar a trabalhar na Clínica. O tempo voa e já la vão 2 anos.

Não vive sem o que no seu trabalho?

Sem paixão, emoção e dedicação. Esta é uma área que muda vidas. Uma área de transformações. É preciso amar o que se faz. A partir do momento em que eu não tiver esses sentimentos, não vou ser capaz de trabalhar nem de dar parte de mim. Tenho sorte de estar a trabalhar com pessoas que partilham dos mesmos ideais que eu, com as quais aprendo todos os dias.

Do que mais gosta na vida?

Sinceramente da vida. Há 4 anos tive um acidente de viação grave do qual voltei a “renascer”. Hoje dou muito mais valor a pequenos pormenores, e tento aproveitar ao máximo todos os momentos.

E o que menos gosta?

Falta de profissionalismo e falta de sinceridade.

Tem projetos para o futuro?

Adorava ter um projeto no mundo da música. É algo que ambiciono. Entretanto continuo a investir na minha formação como Médica Dentista, tentando sempre conciliar as duas áreas.

Deixe um conselho para os novos profissionais da área.

A medicina dentária é uma área que cada vez se sente mais lotada. É preciso não desistir e investir na nossa formação.

 

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s