Entrevista que me foi feita pelo site dentados.pt

Aqui vos deixo a entrevista que dei ao site dentados.pt

Entrevista no site dentados.pt

Emigrar…na Suiça

Esta semana abordamos a Suiça como destino de emigração. Terra de bons relógios e chocolate, a Suiça também é um dos destinos mais tradicionais da história da emigração portuguesa. Diz quem vai que encontra uma boa vida a todos os níveis, trabalho, casa e social.
Mas compensará aos profissionais de saúde oral emigrar para a terra dos guardas do Papa? Eis alguns factos.
Segundo as estatísticas oficiais, existem 5000 Médicos Dentistas e cerca de 1800 Higienistas Orais (principalmente mulheres) para uma população de 7 500 000. A nível de ensino todos os anos acabam o curso de Medicina Dentária cerca de 400 estudantes e de Higiene Oral cerca de 80 (segundo a Federação Internacional dos Higienistas Orais); num universo de 4 Universidades.
Existem cuidados de saúde oral no sector público que empregam cerca de 5% dos profissionais da área (Médicos Dentistas e Higienistas Orais).
Assim, é possível dizer que é um país bem suprido quanto ás suas necessidades de cuidados de saúde oral embora ainda com mercado a explorar no sector privado, visto que (como é habitual) os profissionais tendem a aglomerar-se nos grandes centros urbanos e não tanto naquilo que é considerado mais interior.
Para trabalhar na Suiça deverá ser pedido um visto na embaixada do país em Portugal sendo que as formalidades deverão ser iniciadas pelo potencial empregador. Após obtenção do visto passa-se à homologação dos estudos junto às autoridades sanitárias Suiças. Depois de contratado e se bem que não é um dever do empregador, normalmente este ajudará a encontrar o primeiro alojamento.
Para conhecer melhor a realidade de um profissional de saúde oral na Suiça o DENTADOS foi entrevistar Celso da Costa, Higienista Oral formado na Faculdade de Medicina Dentária da Universidade de Lisboa a trabalhar no cantão do Vaud.
O que te levou a ir para a Suiça e não para outro país?
Após decidir sair do país analisei vários países como Inglaterra, Dubai e Suiça, baseando a minha decisão na qualidade de vida de cada um destes países. E claro… também tenho família cá.
Como é a tua qualidade de vida na Suiça comparada á que tinhas em Portugal?
Sinceramente…não tem nada a ver. Em pouco tempo instalei-me confortavelmente com casa, enquanto em Portugal vivia com a minha mãe, carro novo, e consigo ( e isso para mim é a grande difierença) ter tempo livre no qual posso ter algumas actividades.
O quotidiano a nivel da clínica é muito diferente do que tinhas em Portugal?
Em pouco tempo instalei-me confortavelmente com casa, enquanto em Portugal vivia com a minha mãe, carro novo, e consigo ( e isso para mim é a grande difierença) ter tempo livre no qual posso ter algumas actividades.
O quotidiano é bastante diferente…Enquanto aí trabalhava de segunda a sexta das 9h30 da manhã às 21 h com meia hora de almoço e fazia tambem as manhas de sabado e alguns dias em que faltavam vários pacientes, aqui trabalho só de segunda a sexta apenas 8h e nada mais com agendas cheias, apertadas sem espaço para mais ninguém
Algum dia pensas voltar a portugal?
No estado em que o país está neste momento é muito dificil sequer, ponderar essa situação, quando este país ( a Suiça) me deu em tão pouco tempo realização profissional e pessoal. Mas o nosso país é o nosso país…mas por enquanto não enso voltar.
O facto de teres familia ajudou decerto, mas quão difícil/fácil foi a tua adaptação á vida dentro e fora da clínica na Suiça?
A adaptação clínica foi muito facil, como peixe na água. Fora da clinica não foi muito fácil. Em primeiro lugar a língua; em segundo eu cheguei cá no Inverno e o frio é cortante mas em compensação as casas e lugares públicos são quentíssimos; em terceiro a saudade de toda a gente que deixamos para trás. Podemos dizer que sair do nosso país deixa-nos saudosistas. Concluindo não é fácil sair de Portugal mas neste momento estou completamente integrado à Suiça e aos seus costumes.
Já estás na Suiça há quanto tempo?
10 meses, mas já parecem uns anos.
O que dirias a alguem que estivesse a ponderar ir para a Suiça?
Diria que não é fácil mas compensa, nem que seja pela experiência ou para apenas conhecer os Alpes Suiços.
Em termos burocráticos, é fácil a homologação de habilitações uma vez que não é um país comunitário?
Este é um país super burocrático mas tudo o que seja diploma tirado na Europa tem muito mais facilidade e os serviços administrativos aqui são muito rápidos
Queres deixar mais alguma nota, algo que não tenha sido abordado na entrevista digno de registo?
Quem pense em trabalhar cá necessita sempre do diploma e de cartas de referência dos últimos dois patrões normalmente. E este é um país muito engraçado visto que tem dias que eu começo a falar como primeiro paciente em Francês, depois aparece outro que fala inglês, de repente passa-se para outro que fala espanhol e lá acabamos por finaizar o dia a falar com um português. (True Story).
Anúncios

One thought on “Entrevista que me foi feita pelo site dentados.pt

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s